sábado, 21 de maio de 2011

101 indígenas se formam em Magistério, na Bahia


 No dia 20 de maio de 2011, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) e Instituto Anísio Teixeira, promoveram a formatura de 101 alunos(as) do curso de Magistério Indígena, em Salvador.
O objetivo do Curso é preparar os professores para o exercício do magistério em classes de educação infantil e ensino fundamental, séries iniciais, baseado nos princípios de uma educação específica, diferenciada, intra e intercultural nas 60 escolas indígenas.
Conforme a SEC, o exercício docente será assumido por professores indígenas, dotar as escolas indígenas de professores com formação em nível médio. Outra meta é a Licenciatura Intercultural, em curso na Bahia, atendendo a 188 indígenas e acolhendo hoje mais de 80% dos concluintes dessa turma de Magistério. Foi também produzida uma diversidade de material didático (livros, cartilhas e vídeos, entre outros recursos) para uso nas escolas  junto aos Kiriri, Kaimbé, Pataxó, Pataxó hã hã hãe, Tupinambá, Tuxá, Pankararé, Xucuru Kariri, Pankaru,Tumbalalá e Kantaruré. 
Na Bahia, o programa de educação indígena az parte da política educacional construída no diálogo com o Fórum Estadual de Educação Indígena, “levando em conta as especificidades socioculturais de cada povo e seus projetos societários, assumindo o compromisso de melhorar a qualidade da educação oferecida a esses povos, contribuindo assim para a ascensão social das pessoas que compõem as comunidades indígenas de nossa terra” (SEC/Bahia).

***********
Foto extraída do Google.
          Blog Pensamentações de Ademario Ribeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário